Discurso como paraninfo para colação e grau do Terceiro Ano do Ensino Médio – 2011, do CEI Wellington Objetivo.

Deixe um comentário

17 de dezembro de 2011 por blogdoprofessorrodrigo

Boa noite a todos, ao corpo diretivo, à coordenação pedagógica, ao corpo docente, familiares, convidados e formandos.

Honra, alegria e ciência da responsabilidade definem minha recepção ao convite feito pela comissão, para que coubesse a mim tarefa do conselho que marca, simbolicamente, a transição dessas etapas na vida de vocês.

Pretendo começar falando do nosso dia a dia e terminar falando da vida.

Num dos muitos últimos dias de aula, professores e alunos despediram-se e nesta despedida, como de costume, alguns foram às lágrimas. A fim de citar alguns nomes dos chorões, ou das choronas, lá estavam: Karolzinha, Juliana e Saletinha, entre outros. Eu, no entanto não me emocionei naquele momento. Mas só não naquele momento. Dia findado, escola quase que vazia e subi as escadas sem nada ouvir, percorri corredores sem conversas assistir e entrei em sala sem pra quem lecionar.

Me emocionei e recordei quatro anos de tanto e tanto que fiquei feliz de naquele silêncio ter, por tantos e tantos momentos, lhes sabido ouvir.

Sim, é como na história da menina e do pássaro, que me foi contada pelo querido Professor João Pires, na qual o pássaro voa pelos quatro cantos e quando retorna pra sua terra tem sempre uma menina aguardando por suas histórias impregnadas de pigmento revelado em suas penas. A menina ouve o canto do pássaro forçando-se imaginar o passo a passo de cada aventura.

Belo dia, já velho e cansado o pássaro decide fazer sua última viagem. O retorno é da mais alta ansiedade, que se faz frustrada. A menina não mais estava lá, fora bater asas, pigmentá-las, provar e comprovar das cores e sabores que até então apenas fantasiava. Ao pássaro coube a tristeza do abandono, a torcida pelo voo, a esperança do retorno.

E é assim que me despeço, triste pelo corte, torcendo pela sorte e certo de que serei um velho numa sociedade tomada por vocês: as pessoas mais bonitas, alegres e interessantes que eu já pude conhecer.

Retornem pigmentados de boas notícias;

Preocupem-se, sim, com o sucesso individual, característico do ser e do tempo, mas que este desemboque ou venha de um sucesso coletivo. Para tal foi o investimento na educação de cada um de vocês. Não se enganem, sabemos, pais e professores, que seremos velhos num mundo governado por vocês, e dependemos portanto da vossa visão de mundo e ação cidadã para termos (nós, pais e professores) uma vida mais confortável. Enfim, dependemos de vocês para consertar um mundo que estragamos e agora entregamos aos farrapos a vocês.

Vou fechar: A equipe do Colégio Wellington, que esteve sempre comprometida com a aprendizagem plena e efetiva de cada um de vocês, passa agora a ser uma torcida. Mirem seus pais, avós, tios, enfim, para neles encontrar exemplo e abrigo; e foquem em vocês para uma simples tarefa: conquistar o mundo.

Simples porque:

1. Vocês são tão grandes quanto o sonho que nutrem!

2. Vocês devem ser a mudança que querem para o mundo e para a vida de cada um de vocês!

E 3. A vida, bom, a vida é uma palavrinha que pode encontrar sinônimo numa outra também de quatro letras, luta.

Agradeço por ensinarem-me tanto nestes últimos anos.

Boa estrada e boa luta a todos vocês.

Muito obrigado e boa noite.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: